Covid-19 e um memorial para guardar as lembranças dos nossos

Cemitério da Vila Formosa/Léu Britto/Agência Mural

Por muitas vezes, a História — essa que se escreve com maiúscula — excluiu dos documentos oficiais as memórias de gente anônima, de gente que vive à margem, tanto dos direitos humanos, quanto dos grandes centros, geográficos ou sociais. Mas é em momentos de crise, como a que vivemos agora, que essa tentativa de apagamento […]

Leia Mais

O que você pode fazer pelo setembro amarelo?

Photo by Lina Trochez on Unsplash

O que você pode fazer pelo setembro amarelo? Primeiro, entender melhor sobre o tema, com uma  especialista confiável do assunto. Entrevisto abaixo, Karen Scavacini, fundadora do Instituto Vita Alere. Karen também representa o Brasil nas discussões internacionais sobre como tornar as redes sociais mais seguras, em termos de saúde mental, aos usuários, como veremos abaixo. É […]

Leia Mais

21 livros sobre luto: uma lista para ter por perto

Crédito: Camila Appel

Por Camila Appel e Jessica Moreira O escritor e filósofo italiano Umberto Eco (1932-2016) já disse que listas fazem parte da cultura de uma nação, da história da arte e da literatura. Elas seriam uma forma de tornarmos o infinito compreensível. Nosso medo da morte seria aplacado cada vez que fazemos uma lista, que traçamos limites […]

Leia Mais

Evento online e gratuito discute os vários tipos de luto

Familiares acompanham enterro no Cemitério São Luiz | Lalo de Almeira/Folhapress

Com o Brasil batendo a triste marca de 550 mil mortos em decorrência da Covid-19, falar sobre o processo de luto se tornou fundamental, não só para aqueles que estão vivenciado diretamente a perda de um ente querido, mas para todas e todos nós, com as mudanças e lutos que a pandemia ocasionou. Um levantamento […]

Leia Mais

Rir é resistência: o evitável adeus de Paulo Gustavo e de 3 mil pessoas

Paulo Gustavo com o marido Thales Bretas e os filhos, Gael e Romeu (Reprodução Instagram)

por Camila Appel e Jéssica Moreira Às 21h12 da terça-feira (4), o Brasil recebeu com dor a notícia da morte do humorista Paulo Gustavo. Além de Paulo, só ontem, outras 3.025 pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus. Ao todo, são mais de 412 mil vidas interrompidas por uma doença para a qual não há […]

Leia Mais

Como se ama na ausência? Uma homenagem de filho para pai

Odilon Francisco Ferraz/Arquivo Pessoal

Há algumas semanas, me deparei com o depoimento de Paulo Ferraz nas redes sociais. No dia 7 de maio completa três meses da partida de seu pai, Odilon Francisco Ferraz. Nascido em 5 de outubro de 1944, em Cachoeira de Minas, mudou-se para Mato Grosso em 1957. Acompanhou de perto a colonização do estado e se dedicou […]

Leia Mais

O adeus a Alipio Freire, o homem que queria a Lua

Alipio Freire observa a exposição “Carta Aberta: Correspondências na Prisão” (SP, Memorial da Resistência, Dezembro de 2016) da qual também foi um dos consultores. Crédito: Ivan Trimigliozzi/ Memorial da Resistência de SP

por Tatiana Merlino* Um “revolucionário de veludo”. Foi assim que um amigo definiu Luiz Eduardo Merlino, meu tio, jornalista e militante que não pude conhecer porque foi morto em 1971, aos 23 anos, em decorrência das torturas comandadas por Carlos Alberto Brilhante Ustra durante a ditadura civil-militar. Pego emprestada a expressão “revolucionário de veludo”, no […]

Leia Mais

Quem tem medo do coronavírus?

Turistas durante o feriado do Natal em praia da cidade de Itanhaém, litoral sul de São Paulo – Ettore Chiereguini – 26.dez.20/AGIF

A maioria das pessoas não pensa (ou não quer pensar) na morte, até que se vê obrigada. Nos últimos meses, milhões não tiveram outra escolha, senão a de pensar sobre ela. Seja em relação a si próprio ou de quem está em volta.  Embora especialistas apontem que uma dose de medo pode ser importante para […]

Leia Mais

Por trás da falta de ar em Manaus, uma trajetória de políticas de morte

Pessoas tentam comprar cilindros de oxigênio em Manaus – Bruno Kelly – Reuters

Falta oxigênio, sobra irresponsabilidade política. Médicos tentam salvar seus pacientes com ventilação manual. Parentes se revezam para socorrer os familiares comprando cilindros.  Faz tempo que respirar se tornou palavra ausente. Os joelhos no pescoço nunca dão trégua. Também estão nas mãos que carimbam as sentenças de morte. Os exemplos são vários. Desde o começo da […]

Leia Mais

O luto como política de resiliência

Cemitério da Vila Formosa (SP)/ Leonardo Britto/Agência Mural

por Beatriz Prates e Julia Ferry* O clássico da nouvelle vague francesa, “Hiroshima Meu Amor”, ressignificou através do olhar cinematográfico as noções de memória individual e coletiva. Com uma construção narrativa que transita entre o documentário e a ficção, o filme de Alain Resnais registra o movimento de uma câmera que percorre museus, fotografias e […]

Leia Mais