A urgência de vida em mim: 7 anos sem meu pai

De quando pai virou sinônimo de saudade/ Arquivo pessoal

Desde 2014, o 2 de julho virou uma data a ser lembrada. É o dia da morte do meu pai: o Sebastião, o Tiãozão, o papishow, como eu o chamava. Já contei a história dele aqui. Se estivesse vivo, faria 63 anos e já estaria vacinado. Também conheceria o Davi e o Miguel, os netos que […]

Leia Mais

Chacina do Jacarezinho: ‘A gente não merece viver em um cenário de guerra’

Ruas de Jacarezinho após serem lavadas de sangue (Reprodução Instagram Joel Luiz)

O dia 6 de maio ficará registrado na história do Brasil como uma quinta-feira sangrenta. Como se não bastasse todas as dores e dificuldades que a pandemia evidencia, os moradores de Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro (RJ), amanheceram sob intenso tiroteio, invasão às suas casas, celulares confiscados e a morte de pelo […]

Leia Mais

Rir é resistência: o evitável adeus de Paulo Gustavo e de 3 mil pessoas

Paulo Gustavo com o marido Thales Bretas e os filhos, Gael e Romeu (Reprodução Instagram)

por Camila Appel e Jéssica Moreira Às 21h12 da terça-feira (4), o Brasil recebeu com dor a notícia da morte do humorista Paulo Gustavo. Além de Paulo, só ontem, outras 3.025 pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus. Ao todo, são mais de 412 mil vidas interrompidas por uma doença para a qual não há […]

Leia Mais

Como se ama na ausência? Uma homenagem de filho para pai

Odilon Francisco Ferraz/Arquivo Pessoal

Há algumas semanas, me deparei com o depoimento de Paulo Ferraz nas redes sociais. No dia 7 de maio completa três meses da partida de seu pai, Odilon Francisco Ferraz. Nascido em 5 de outubro de 1944, em Cachoeira de Minas, mudou-se para Mato Grosso em 1957. Acompanhou de perto a colonização do estado e se dedicou […]

Leia Mais

300 mil mortes e um rastro de fome

Homem caminha em frente a cartazes da campanha ‘Bolsocaro’ na Av. Paulista/ Marlene Bergamo

Falar de morte constantemente não naturaliza nem diminui a dor e indignação frente a mais de 3 mil perdas em um único dia. Ou 300 mil óbitos em um ano de pandemia. O sentimento de tristeza atravessa nossa existência em cada conversa mediada pelas telas ou reportagens nas redes ou televisão. Há uma frustração generalizada em toda […]

Leia Mais

Marielle Franco: recordar sua morte é lutar por justiça

Marielle Franco na Câmara Municipal do Rio de Janeiro/ Mario Vasconcellos

No dia 14 de março de 2018, eu voltava para casa de trem, quando abri o Whatsapp e em todos os grupos uma única mensagem: a vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes foram brutalmente assassinados. Eu trazia o cansaço no corpo de quem atravessa todos os dias a cidade, rodeada de outros, sentados […]

Leia Mais

‘Seu filho é incompatível com a vida!’

A jornalista Iaçanã Woyames escutou essa frase mais de uma vez: ‘seu filho é incompatível com a vida’. O bebê crescia na barriga com uma má formação na bexiga. Com essa expressão, os médicos sinalizavam que ele teria poucas chances de sobreviver. Esse termo é um jargão médico para má formação, anencefalia e síndromes genéticas graves. Para […]

Leia Mais

Quem tem medo do coronavírus?

Turistas durante o feriado do Natal em praia da cidade de Itanhaém, litoral sul de São Paulo – Ettore Chiereguini – 26.dez.20/AGIF

A maioria das pessoas não pensa (ou não quer pensar) na morte, até que se vê obrigada. Nos últimos meses, milhões não tiveram outra escolha, senão a de pensar sobre ela. Seja em relação a si próprio ou de quem está em volta.  Embora especialistas apontem que uma dose de medo pode ser importante para […]

Leia Mais

Dois anos depois de Brumadinho: luto, lama e luta

Dias após rompimento da Barragem em Brumadinho (MG)/ Isis Medeiros

Joeliza Feitosa trabalhava em Belo Horizonte (MG) quando ouviu as primeiras notícias sobre o rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), em 25 de janeiro de 2019. Sua maior preocupação era a filha, moradora das margens do Rio Paraopeba, em Juatuba. Saiu correndo, com receio da chegada do rejeito no local. Pediu […]

Leia Mais

Vamos falar sobre o privilégio branco de morrer de morte natural?

Manifestação no Rio de Janeiro em junho de 2020/Luna Costa

Eu poderia iniciar este texto dizendo que faz dez dias que as primas Emily Victória da Silva e Rebecca Beatriz Rodrigues Santos foram assassinadas na porta de casa, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro (RJ).  Ou pouco mais de um ano do massacre de Paraisópolis (SP), onde 9 jovens foram mortos por estarem se […]

Leia Mais